top of page

Sobre Inversão

Eu sempre tive uma vida sexual normal, casei cedo com um homem extremamente machista e eu nunca me imaginei fazendo inversão. Eu tinha uma ilusão de que mulheres de programa eram todas glamurosas, lindas e que faziam o sexo normal, iguais vimos nos filmes. No início de 2010 depois de alguns programas um homem foi agressivo comigo gritando que eu não tinha feito exame de próstata nele. Ele bateu no meu rosto com tanta força, nunca nem o meu Pai me bateu, foi muito ruim pra mim. A raiva desse homem era tanta que ele me deixou no meio do trevo entra Valinhos, São Paulo e Campinas, eu corri risco de ser atropelada. Ele não me disse o que ele realmente queria. Eu andava perplexa pelas ruas tentando entender que vida era aquele que eu tinha escolhido. Fui buscar orientação com mulheres que faziam ponto nas ruas e mudei a minha postura, até pq eu passei a ter medo de apanhar. No início nada é fácil, alguns homens não faziam a higiene anal e eu tinha que agir profissionalmente. Aos poucos eu fui deixando de ser aquela mulher meiga, sensível e ingênua para se tornar a Rainha de muitos. Hoje eu como! Piso! Bato! Xingo! Judio! Faça tudo para realizar o cliente e ainda poupo o meu corpo. Sobre lugares inusitados eu não me arrisco. Cliente é só em motéis e Hotéis.

31 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Notícia

Depois de 14 longos anos..... é interessante lembrar de como tudo começou e o quando foi difícil pra mim. A escrita me servia de calmante, eu sentia um alívio na alma....... lembrar disso ainda me emo

Kommentare


bottom of page